Home
Operação conjunta desarticula quadrilha do “novo cangaço” responsável por assaltos a bancos e explosões de carros forte PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrator   
Qui, 24 de Outubro de 2019 17:45

Dezesseis pessoas foram presas e onze armas de fogo foram apreendidas, entre elas dois fuzis calibre 7,62 mm. A organização criminosa é suspeita de assaltos a bancos e carros fortes no nordeste do país

As Policiais Rodoviária Federal, Civil, Militar e Corpo de Bombeiros Militar do Estado da Paraíba realizaram na manhã desta quinta-feira (24) a Operação Ladinos, com o objetivo de cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão contra suspeitos de pertencer a organização criminosa que age na região nordeste do país em ocorrências de assaltos a bancos e carros fortes.

Foram cumpridos 27 mandados de busca e apreensão e 23 de prisão. Ao todo foram presas dezesseis pessoas, onze armas de fogo sendo elas quatro revolveres, uma pistola, duas espingardas calibre 12 mm, duas espingardas calibre 36 mm e dois fuzis calibre 7,62 mm. Os mandados foram cumpridos nas cidades de Catolé do Rocha, Lagoa, Jericó, Santa Cruz e Pombal no Sertão paraibano, e ainda na região metropolitana de João Pessoa. Ao todo, 180 policiais de todas as instituições envolvidas e bombeiros militares foram empregados na operação.

Segundo as investigações, a quadrilha desarticulada na Operação foi responsável por um estouro a carro forte em Jericó em julho deste ano, assaltos aos bancos Bradesco do Brejo Santo, São João do Rio do Peixe, Bom Sucesso e uma tentativa de assalto também ao banco Bradesco de Jericó. Uma das características do grupo é o uso de extrema violência nas ocorrências e o elevado poder de fogo.

A ação integrada faz parte das estratégias adotadas para intensificar as ações de enfrentamento ao crime organizado no estado da Paraíba e impedir a expansão de organizações criminosas que atuam em vários Estados do país.

fonte:www.prf.gov.br

 

 
UPRB | Casa do Inspetor | União do Policial Rodoviário do Brasil Criação de sites Petrópolis